Previsão do Tempo

Poucas Nuvens

24°

11°

06:11

Domingo - 17/12

ENTRETENIMENTO
Lindsay sobre Weinstein: ‘Mulheres deveriam falar com a Justiça’

13/10/2017

 Lindsay Lohan explicou o motivo de ter defendido Harvey Weinstein nesta quarta-feira. A atriz de 31 anos afirmou em uma entrevista ao jornal Daily Mailque ficou triste ao saber das denúncias de assédio assexual contra o produtor e explicou: “Como uma pessoa que cresceu sob os olhos do público, eu acho que essas alegações deveriam ser feitas às autoridades e não jogadas na mídia”.

Lindsay, que já trabalhou com o produtor em Bobby (2006) e Todo Mundo em Pânico 5 (2013), ainda complementou: “Eu encorajo que todas as mulheres que se sentiram prejudicadas por Harvey relatem as suas experiências, mas elas deveriam falar com a Justiça”.

Em um vídeo publicado na ferramenta Stories, do Instagram, Lohan afirmou na última terça-feira: “Me sinto muito mal por Harvey Weinstein agora. Não acho que é certo o que está acontecendo”. A atriz ainda comentou que a mulher de Weinstein, Georgina Chapman, deveria apoiá-lo neste momento. “Ele nunca me prejudicou ou fez nada de errado comigo. Nós fizemos vários filmes juntos e então acho que todos precisam parar, acho que está errado.” 

Anos de assédio

O jornal americano The New York Times relatou que Harvey Weinstein, de 65 anos, já havia realizado oito acordos prévios não divulgados com mulheres que fizeram queixas de assédio contra o produtor. Uma das vítimas é a atriz Ashley Judd, de Risco Duplo (1999).

 

Depois da publicação, outras atrizes falaram publicamente sobre as ações do produtor, como Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow. Harvey foi demitido da sua própria empresa, a Weinstein Company, após as “informações sobre sua má conduta”, nas palavras da companhia.

 

Fonte: Veja




Guaranotícias


Rua Afonso Alves de Camargo, 1775 - Alto da XV - (42) 3035-8000 - Guarapuava - PR
Grupo Mattos Leão de Comunicação
© 2013 Todos os direitos reservados Criado e Desenvolvido por: