Previsão do Tempo

Poucas Nuvens

24°

11°

08:13

Terça - 17/09

SA?DE
Como reconhecer uma doença mental em crianças

12/06/2019

 

Não é fácil detectar os sintomas de doenças mentais em crianças. De fato, muitas vezes acreditamos que é algo normal ou temporário. No entanto, devemos ficar atentos e informados, a fim de proporcionar-lhes, o quanto antes, os benefícios de uma terapia eficaz.
 
 

As doenças mentais e outros transtornos podem afetar tanto a adultos quanto a crianças. No entanto, no caso dos menores, os sintomas podem ser diferentes.Você sabe como reconhecer uma doença mental em crianças? A observação por parte dos pais é muito importante.

Portanto, compilamos uma série de informações que nos permitem conhecer o assunto mais a fundo, a fim de aprender a identificar as manifestações que podem indicar problemas de saúde mental nos menores. Descubra-os!

Doença mental em crianças: o que você deve saber

Enquanto a detecção de uma doença mental em adultos não é tão complicada, no caso das crianças é realmente assim. Na verdade, os menores tendem a apresentar certos sintomas que normalmente passam despercebidos pelos adultos que cuidam deles.

Deste modo, infelizmente se perde um tempo valioso no tratamento da doença.Além disso, devemos ter em mente que as crianças não têm vocabulário e capacidade de expressar o que acontece com elas.

Portanto, é importante que os adultos responsáveis estejam informados sobrecomo as doenças mentais se manifestam nas crianças, a fim de detectá-las o quanto antes. Abaixo detalhamos os transtornos mentais mais frequentes em crianças e os sintomas gerais.

Transtornos mentais mais comuns em crianças

As crianças podem apresentar as mesmas doenças mentais que os adultos. No entanto, algumas são mais comuns. Vemos em seguida:

  • Transtornos de ansiedade. Estes são transtornos como obsessivo-compulsivo, fobia social, ansiedade generalizada ou mutismo, entre outros.
  •  Déficit de atenção e hiperatividade.
  • Autismo.
  • Bulimia ou anorexia.
  • Transtornos do humor. Estes são transtornos como depressão, transtorno bipolar, etc.
  • Esquizofrenia, que geralmente se manifesta no final da adolescência.

Sintomas de uma doença mental em crianças

Como explicamos anteriormente, os transtornos mentais em crianças geralmente passam despercebidos pelos pais. De fato, no início os sintomas são vistos como algo normal no comportamento da criança, de modo que não são considerados um sinal de alerta.

No entanto, se o sinal é apresentado por um longo período de tempo ou intensamente, então devemos começar a considerar que poderia ser uma indicação de que algo não está certo.

Por outro lado, muitas vezes os pais não dispõem da informação adequada para detectar os sintomas de doenças mentais em crianças. Além disso, eles podem não procurar ajuda, influenciados pela negatividade e estigmatização das doenças mentais em nossa sociedade.

Em qualquer caso, o primeiro passo é deixar para trás tabus e preconceitos e reconhecer que existe um problema. Só depois desse momento podemos ajudar nossos filhos efetivamente, buscando ajuda médica. Agora, quais são esses sintomas?

1. Mudanças de comportamento

Envolve mudanças drásticas e radicais no comportamento da criança.Normalmente, ela começa a se mostrar muito irritada e violenta, adotando comportamentos perigosos e agressivos, ameaças ou constantes discussões e brigas.

São irritabilidade e agressão incomuns e desproporcionais, que podem indicar a existência de algum tipo de transtorno.

 

2. Mudanças de humor

Falamos sobre mudanças importantes que afetam a vida cotidiana da criança. Assim, por exemplo, se um sentimento de tristeza durar mais de quinze dias e a criança se isolar e absorver demais, devemos ficar atentos.

Por outro lado, se esse comportamento a impede de realizar atividades que ela anteriormente fez ou influencia em seu desempenho na escola, podemos estar diante de um caso de transtorno mental como, por exemplo, a depressão infantil.

3. Dificuldade de concentração

É normal que as crianças tenham dificuldade em se concentrar. No entanto, se essa dificuldade é desproporcional em comparação com a de outras crianças,se afeta sua vida diária e desempenho escolar ou, pelo menos, duas áreas de sua vida (escola, casa, etc.), podemos estar diante de um sintoma de transtorno.

Por outro lado, devemos também prestar atenção a outros sintomas possíveis, como perda ou alteração da memória, dificuldade para pensar com clareza ou crenças anormais.

4. Perda de peso excessiva

Uma perda de peso excessiva, vômitos ou perda de apetite podem indicar distúrbios alimentares. Nesses casos, é importante estar alerta e procurar ajuda para que elas possam começar um tratamento o mais rápido possível. De fato, anorexia e bulimia podem ter consequências muito negativas se não forem tratadas o quanto antes.

5. Autolesão indica doença mental

Em muitos casos, uma doença mental pode levar a criança a se machucar. Nesse sentido, devemos estar atentos a possíveis lesões em seu corpo (cortes ou queimaduras) causadas por ela mesma.

É muito importante procurar ajuda se esse sintoma aparecer. De fato, muitas doenças mentais também apresentam pensamentos suicidas, de modo que, quanto mais cedo forem detectadas, mais cedo o tratamento começará.

6. Sentimentos muito intensos

É normal que crianças e adolescentes experimentem sentimentos intensamente. No entanto, se não houver razões e, por exemplo, a criança sofrer de um medo irracional excessivo, talvez estejamos diante de um sintoma de algum transtorno mental.

Falamos de fobias ou medos que interferem negativamente em suas atividades diárias e cuja intensidade é fora do comum.

7. Dores de cabeça e estômago também podem indicar doença mental

Enquanto os adultos tendem a exibir outros sintomas, como ansiedade ou tristeza, as crianças podem expressar alguns transtornos mentais de outra maneira. Assim, dores de cabeça incomuns ou constantes ou dores de estômago podem ser um sinal de que algo não está certo.

Por outro lado, também devemos estar atentos a possíveis transtornos do sono sem explicação aparente. Em qualquer caso, devemos primeiro descartar problemas físicos que causam essas dores ou dificuldade para dormir.

8. Abuso de substâncias

Especialmente durante a adolescência, o uso de substâncias como álcool ou drogas pode ser uma forma de a criança “enfrentar” ou “evitar” seus problemas.Por isso, devemos estar atentos a qualquer sinal de abuso deste tipo de substância.

9. Alterações perceptivas

Nestes casos, a criança expressa que vê ou ouve pessoas ou coisas que, na realidade, não existem. Embora a imaginação do menor seja ilimitada, também pode ser um sintoma de alguma doença mental. Por isso, devemos estar atentos.

10. Dificuldade para socializar

Muitas crianças são tímidas e isso é normal. No entanto, pode não ser timidez, mas um transtorno mental que impede a criança de interagir normalmente com o seu entorno.

Por outro lado, se a dificuldade de se relacionar com os outros é excessiva e a criança evita qualquer contato com outras crianças ou outras pessoas ou se sente incapaz de interagir com elas, talvez estejamos diante de um transtorno de ansiedade ou uma fobia social.

O que fazer se você detectar uma doença mental em crianças?

Procurar ajuda. Se detectamos alguns desses sintomas com a intensidade e duração que descrevemos aqui, é melhor conversar com o médico e informá-lo sobre isso.

Da mesma forma, também devemos conversar com o professor da criança, para que ele possa nos descrever melhor se os sintomas também estiverem presentes no ambiente escolar ou se ela experimenta outros.

A partir daí, se confirmado, começará um tratamento psicológico que valerá a pena. É claro que a criança deve sempre ter o apoio incondicional e o amor de sua família. Nesse sentido, devemos deixá-la saber que não está sozinha, que seu problema tem uma solução e que estaremos lá para oferecer nosso apoio

Fonte: Melhor com Saúde




Guaranotícias


Rua Afonso Alves de Camargo, 1775 - Alto da XV - (42) 3035-8000 - Guarapuava - PR
Grupo Mattos Leão de Comunicação
© 2013 Todos os direitos reservados Criado e Desenvolvido por: